segunda-feira, 7 de abril de 2014

CONTAS DA PREFEITURA E DA CÂMARA ESTÃO A DISPOSIÇÃO DA POPULAÇÃO

Encontram-se a disposição da população, na Câmara Municipal de Macajuba, as prestações de contas da Prefeitura e da própria Casa Legislativa, referentes ao exercício financeiro de 2013. Segundo o Edital nº 01/2014, publicado pela Câmara, as contas ficarão disponíveis para apreciação de qualquer cidadão que tiver interesse entre os dias 02 de abril a 02 de junho de 2014.

Quem tiver interesse em analisar as prestações de contas do Executivo e do Legislativo Municipal, basta entregar o seu requerimento na Secretaria da Câmara Municipal de Macajuba, de segunda a sexta-feira, das 08h às 12h. Ainda, segundo o Edital nº 01/2014, só após a aprovação do requerimento é que a Mesa da Câmara agendará a data e o horário para analise da documentação.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

FISCALIZE, É O SEU DINHEIRO QUE ESTÁ SENDO GASTO!

A Prefeitura Municipal de Macajuba fechou o ano de 2013 com R$ 2.752.956,91, em Caixa. Além disso, o município gastou R$ 20.815.866,72, segundo dados do Balanço Orçamentário, divulgado pela própria Prefeitura. Desse valor, a Câmara Municipal foi responsável por gastar R$ 767.049,99, equivalente a aproximadamente 3,7% do total.

O valor gasto pela Câmara, em 2013, apesar de ser aparentemente baixo, equivale, aproximadamente, a soma dos investimentos feitos pela Prefeitura em 7 áreas distintas da Administração Municipal, dentre elas: Assistência Social, Desporto e Lazer, Agricultura e Habitação.

Segundo a Lei Orçamentária Anual (LOA) n.º 162/2013, para esse ano, a previsão é que a Prefeitura gaste R$ 29.754.000,00. Desse valor, estima-se que a Câmara gastará pouco mais de R$ 1 milhão, em 2014.

Diante de valores cada vez mais elevados é importante que a população fiscalize a prestação de contas do Executivo e do Legislativo Municipal, para saber onde está sendo gasto o dinheiro do município.


terça-feira, 1 de abril de 2014

RESPOSTA AO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE MACAJUBA, ALISSON SANTANA

Na sessão da última quinta-feira, o presidente da Câmara Municipal de Macajuba, Alisson Santana, passou quase a metade do seu tempo na tribuna fazendo inúmeras críticas a mim. Segundo o presidente, a última matéria publicada aqui no blog o deixou perplexo e, por isso, não poderiam ficar sem resposta. Com isso, o presidente partiu para o ataque e utilizou todo o seu arsenal de argumentos vazios e irrelevantes, típicos dele e daqueles que não consegue articular ideias, apenas ofensas.

Ao final do seu discurso Alisson deixou três perguntas dirigidas a mim e solicitou que eu as respondesse aqui no blog. Pois bem, senhor presidente, irei respondê-las de forma conjunta, sucinta e direta.

Para início de resposta, gostaria de lembrá-lo que em 2004 e 2008 votei e defendi a candidatura do ex-prefeito Tarciso Pamponet, no entanto, criei o blog justamente no início da gestão dele e o critiquei durante os 4 anos em que ele esteve a frente da Prefeitura. Além disso, não me foi oferecido nenhum emprego por Tarciso, tanto que fiquei os quatro anos da sua gestão em Salvador, estudando e aprimorando os meus conhecimentos.

Sendo assim, Alisson, posso afirmar com veemência que o meu apoio a candidatura de Luiz, em 2012, não esteve condicionado a nenhuma oferta ou promessa pessoal. Esteve, sim, condicionado, a melhoria de vida que a população macajubense poderia ter com a eleição de Luiz.

Por isso, senhor presidente, quero deixar claro que ao contrário do senhor, eu não vendo o meu apoio e nem o troco por nada. E ao contrário do que o senhor afirmou: “que de graça ninguém trabalha”, eu penso que a política não é um trabalho ou um emprego, mas, sim, uma forma de transformar a vida das pessoas da comunidade para melhor, sem pensar na política como uma carreira profissional a ser seguida. Sendo assim, eu apoio e voto em quem eu julgo ser melhor para o município naquele momento, mas, nem sempre as nossas escolhas são acertadas.

Quando o senhor afirma, em dois momentos do seu discurso, “ter certeza” e “ter conhecimento” de situações relacionadas a mim e que não são condizentes com a realidade, o senhor apenas reafirma a sua total falta de caráter, dignidade e honestidade, que já é de conhecimento popular. O que me causa estranheza é notar que uma pessoa que teve a estrutura familiar que o senhor teve (e que tive o prazer de conviver), não podia ter um desvio de caráter tão grande, pois, as pessoas que faziam parte do seu núcleo familiar sempre foram pessoas íntegras e de caráter irretocável. Mas, é como dizem, senhor presidente: toda família tem uma ovelha negra.

Quando o senhor faz a seguinte afirmação “ele não iniciou isso de ideia própria” e me acusa de ser subserviente, o senhor põe em dúvida a minha capacidade de pensar. Entretanto, senhor presidente, como eu já havia mencionado anteriormente, eu vim para Salvador estudar e aprimorar os meus conhecimentos e, felizmente, tive êxito em meus estudos. Eu não tenho culpa se o senhor possui um enorme déficit intelectual, onde só consegue pensar em coisas pequenas, ofensivas e vazias. Eu até fico feliz pelo fato do senhor julgar meus textos tão inteligentes que nem acredita serem meus, mas, pra sua decepção, todas as matérias do blog sou eu que escrevo.

É lamentável e extremamente prejudicial para o nosso município ter um legislador como o senhor, que endeusa o prefeito e o chama de “pai”. Mas, eu te pergunto presidente Alisson: nos momentos mais difíceis da sua vida esse senhor que você chama de “pai” sempre esteve presente e o ajudou? (Não responda rápido presidente, pense um pouco, deixe a hipocrisia e a própria subserviência de lado e responda com honestidade a essa pergunta.).

Enfim, senhor presidente, eu não me alongarei ainda mais nessa discussão, pois eu sei do meu caráter e da minha dignidade, assim como sei da falta dessas qualidades no senhor. Por isso, jugo não ser pertinente prosseguir nessa discussão com o senhor. E, sinceramente, eu só me manifestei porque o senhor buscou o campo mais desleal e desonesto da política, que são os ataques pessoais. Sei que essa é uma característica inerente ao senhor, pois desde a sua primeira legislatura o senhor tem feito isso, quando teceu ofensas pessoais graves a uma senhora que, na época, era sua colega de Casa Legislativa.

Espero que o senhor possa refletir sobre as suas atitudes e sobre os seu comportamento irresponsável e delinquente, que não são condizentes com o cargo que o senhor ocupa. Espero, também, que o senhor lembre que os seus filhos crescerão e ouvirão histórias sobre o seu pai e, até o momento, não vejo motivos para que eles se orgulhem do senhor.


quarta-feira, 26 de março de 2014

PREFEITO PEDE CRÉDITO ESPECIAL PARA EXECUTAR OBRA QUE JÁ HAVIA SIDO LICITADA EM 2013 E CÂMARA APROVA

Segunda-feira, o blog trouxe uma matéria acerca da sessão do último dia 13 de março, onde foram aprovados nove projetos pelo Legislativo Municipal, dentre eles quatro créditos especiais. Naquela matéria, propositalmente, não foram listados os créditos especiais aprovados pela Câmara Municipal, pois um dos créditos aprovados precisaria ser analisado mais calmamente, o que tornaria aquela matéria ainda mais extensa.

Sendo assim, hoje, o blog traz a lista dos créditos especiais aprovados naquela sessão e a suas respectivas destinações. Foram eles:

LEI Nº 169/2014 - Reforma das Escolas pertencentes à Rede Municipal. Valor limite: R$ 400.000,00.
LEI Nº 170/2014 - Reforma do Mercado Municipal do Distrito de Nova Cruz. Valor limite: R$ 45.000,00.
LEI Nº 174/2014 - Ampliação e Reforma do Posto de Saúde Clemenceau Teixeira, na sede deste município. Valor limite: R$ 120.000,00.
LEI Nº 175/2014 - Construção de Academia de Saúde ao ar livre na sede deste município com recursos próprios e do Ministério da Saúde. Valor limite: R$ 150.000,00.

O curioso nessa série de créditos especiais é que a reforma do Mercado Municipal do distrito de Nova Cruz já havia sido licitada pela Prefeitura, ano passado. Em Extrato de Contrato divulgado no dia 8 de maio de 2013, a Prefeitura Municipal de Macajuba contratou, através de Licitação modalidade Carta Convite (nº 004/2013), a empresa JOSE AILTON CARDOSO DE ALMEIDA – ME para a “prestação de serviços na Reforma e Ampliação dos Boxes da Feira da Sede, Reforma da Secretaria de Ação Social, Reforma do Quiosque da Praça de Nova Cruz, Reforma do Mercado Municipal de Nova Cruz e Reforma da Casa dos Médicos na sede do município.”, pelo valor de R$ 147.734,34.

Além disso, no dia 8 de julho de 2013, em um novo processo licitatório na modalidade Carta Convite (nº 16/2013), a Prefeitura contratou a empresa ALMEIDA FROTA CONSTRUÇÕES E SERVIÇOS LTDA para “prestação de serviços de reforma da Praça de Eventos, Box da Feira Livre de Nova Cruz e Reforma da sede da Prefeitura Municipal Macajuba.”, pelo valor de R$ 127.121,99.

Perceba que em duas Licitações distintas a Prefeitura contrata empresas diferentes para reformar o mercado e os box da feira livre do distrito de Nova Cruz. Agora, menos de um ano depois, o prefeito pede crédito especial para reformar o Mercado Municipal do Distrito de Nova Cruz. O que aconteceu com essas reformas licitadas em 2013?

Outro crédito especial aprovado na sessão do dia 13 de março que chama a atenção é o que diz respeito à Construção da Academia de Saúde. Nesse caso, o curioso é que essa obra teve o seu edital de licitação publicado no dia 26 de dezembro de 2013 e só agora o prefeito solicitou a abertura de crédito especial. No site Portal da Transparência não há registros de qual empresa executará a obra, entretanto, mais uma vez a modalidade de Licitação utilizada foi a Carta Convite.

Infelizmente, como já foi citado na matéria anterior, os sete vereadores que estiveram presentes a essa sessão votam a favor desses créditos, o que demonstra uma aparente falta de clareza no que estavam votando. Pois, caso tivessem conhecimento das informações descritas acima, alguns deles poderiam ter pensado melhor na hora de votar.

Entretanto, como a votação já foi para a sanção do prefeito e já foi publicada no Diário Oficial do Município agora só resta aos vereadores fiscalizar se as obras serão executadas e se o dinheiro público está sendo utilizado de forma correta. Além disso, os vereadores de oposição poderiam solicitar informações junto à Administração Municipal ou junto a seus representantes no Legislativo sobre o que aconteceu nessas duas situações, especialmente, no caso da reforma do Mercado Municipal do Distrito de Nova Cruz.

OBS.: Caso a Prefeitura queira se pronunciar o blog está a disposição.


segunda-feira, 24 de março de 2014

E AGORA PREFEITO!?

Na sessão do dia 13 de março, a Câmara Municipal de Macajuba aprovou nove projetos, todos enviados pelo Executivo. Dentre os projetos votados, quatro diziam respeito à abertura de créditos especiais no “Orçamento 2014” e juntos somam o montante de R$ 715.000,00.

Em dezembro do ano passado, o blog trouxe uma matéria acerca desse artifício orçamentário, que foi bastante utilizado pela Administração Pública Municipal naquele ano. Na ocasião o blog listou os oito créditos especiais aprovados pelo Legislativo e as suas destinações. Algum tempo depois a Prefeitura Municipal de Macajuba, através do blog Macajuba 24 Horas Online, emitiu uma Nota Explicativa, na qual teceu duras críticas a mim, ao ex-prefeito Tarciso Pamponet e ao blog Macajuba Informa.

Dentre os trechos constantes naquela Nota Explicativa, especialmente, dois merecem ser resgatados nesse momento, pois estão sendo contraditos diante da aprovação desses novos créditos especiais. Em um desses trechos a Prefeitura argumentou que “a necessidade de abertura de crédito especial na atual gestão decorre de um orçamento mal elaborado na gestão anterior, que não previu qualquer desenvolvimento ou melhoria para a nossa cidade.”. Tendo em vista que o Orçamento Municipal sempre é feito no ano anterior ao da sua execução, nesse momento vale lembrar que o orçamento atual foi produzido pelo atual prefeito Fernão Sampaio e agora ele está, novamente, solicitando crédito especial. Sendo assim, fica a pergunta: E AGORA PREFEITO, SERÁ QUE O "ORÇAMENTO 2014", TAMBÉM, FOI MAL ELABORADO?

Outra passagem que merece ser revista é aquela em que a Prefeitura cita que “o orçamento que o gestor anterior encaminhou para a Câmara para ser aprovado não exprimiu a necessidade da coletividade e, por isso mesmo, precisou ser ajustado através de abertura de créditos especiais.”. Diante dessa colocação, novamente, vale perguntar: E AGORA PREFEITO, SERÁ QUE O "ORÇAMENTO 2014" NÃO EXPRIMIU A NECESSIDADE DA COLETIVIDADE E, POR ISSO MESMO, PRECISOU SER AJUSTADO ATRAVÉS DE ABERTURA DE CRÉDITOS ESPECIAIS?

Vale ressaltar ainda que dos oito créditos especiais abertos em 2013, apenas três foram realmente executados e concluídos. Os demais ou não foram concluídos ou nem saíram do papel, como é o caso do crédito especial para asfaltar as ruas da cidade e a conclusão da obra de construção da Creche na sede do Município.

Além disso, traçando um paralelo temporal: em um ano o prefeito solicitou oito créditos especiais e agora, em apenas 3 meses já são quatro. Em uma projeção simples, caso continue nesse ritmo, esse ano o prefeito deverá solicitar 16 créditos especiais, onde, certamente, todos serão prontamente atendidos pelo Legislativo Municipal. Por isso, fica mais uma pergunta: Será que esses créditos serão executados ou novamente o prefeito quer mostrar o controle que exerce sobre o Legislativo Municipal?

Por fim, é importante destacar que na sessão em questão apenas sete vereadores estavam presentes e todos os projetos foram aprovados por unanimidade. Agora que os projetos já foram aprovados, cabe aos vereadores ficarem atentos a destinação desses recursos, para que possam prestar contas a sociedade. Estiveram presentes nesta sessão os vereadores Allison Santana, João Cintra, Octacílio Neto, Adenor Brandão, Gilvanda Suzart, Ivanberg Pamponet e Hugo Macedo.


quarta-feira, 19 de março de 2014

FÓRUM DA CIDADANIA DE MACAJUBA É REATIVADO E APOSTA NA CIDADANIA COM UM VETOR DE TRANSFORMAÇÃO SOCIAL

Aconteceu hoje, na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Macajuba, a primeira reunião do Fórum da Cidadania. Estavam presentes 20 pessoas representando os diversos segmentos da sociedade civil.

O Fórum da Cidadania é uma instância informal, de caráter suprapartidário e sem fins lucrativos, que reúne entidades, cidadãos e cidadãs que desejam exercer plenamente uma cidadania participativa de forma ativa, solidária e coletivamente organizada. E tem como missão mobilizar a comunidade para promover os direitos, deveres e responsabilidades da cidadania, visando a transformação social com qualidade de vida.

O primeiro momento foi dedicado a esclarecer ao grupo em que consiste o Fórum: sua missão, seus objetivos e suas estratégias de ação. Em seguida fez-se um breve levantamento dos principais desafios enfrentados no município no que se refere à política e cidadania. Em síntese o grupo levantou as seguintes necessidades:

- Ter um processo permanente de esclarecimento da população local sobre seus direitos e refletir sobre a política como o exercício do bem comum.
- Capacitação das entidades e das pessoas para a fiscalização das contas públicas no município.
- Debater temas cuja realidade no município é motivo de preocupação, tais como: Saúde pública, Educação de qualidade e contextualizada, qualidade e regularidade da merenda escolar, segurança pública, manutenção das estradas vicinais entre outros.

Após esse breve levantamento o grupo decidiu o seguinte:

As reuniões aconteceram toda segunda 6ª feira de cada mês, das 09:00hs às 11:00hs na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais. A próxima reunião será no dia 11 de abril onde se fará a capacitação e o planejamento para a fiscalização das contas do município que deverão estar à disposição do público entre os dias 01 e 30 de abril.

O Fórum encaminhará à Prefeitura um ofício solicitando informações sobre local e horários em que as contas serão colocadas à disposição.

A próxima reunião será articulada e coordenada por Evanuzia, Jailson e Carmelita. Nesta reunião também será definida a pessoa que assumirá a secretaria do Fórum.


PARABÉNS AOS IDEALIZADORES E PARTICIPANTES DESSA INICIATIVA!

segunda-feira, 17 de março de 2014

AGENTE COMUNITÁRIA DE SAÚDE DESENVOLVE PROJETO SOCIAL EM MACAJUBA

A Agente Comunitária de Saúde Zilda Almeida Reis, que é formada em magistério e, também, já foi líder da Pastoral da Criança, no município, está desenvolvendo um belíssimo trabalho social em Macajuba, o qual ela denominou “PROJETO DIVERTIMENTO SOLIDÁRIO HANSEL”.

Segundo Zilda Almeida, o projeto surgiu em janeiro desse ano, depois de um longo período de observação, onde ela pôde conversar com as crianças e compreender a realidade na qual elas vivem. Situações de brigas e conflitos entre crianças, presenciado pela Agente de Saúde, foram determinantes para a criação do projeto. Além disso, constatações e relatos da conturbada convivência familiar de algumas crianças, também, contribuíram para a criação do projeto.

O nome inicial do projeto era “Projeto Divertimento Solidário”. Entretanto, após dois de brincadeiras na Praça de Eventos da cidade, Hansel Ribeiro da Silva, um jovem morador da cidade de Caieiras, interior de São Paulo, em visita ao município de Macajuba ficou tão maravilhado com as brincadeiras que doou sua bicicleta para o projeto. A partir daí, o projeto passou a se chamar “Projeto Divertimento Solidário HANSEL”.

O objetivo do projeto é viabilizar a integração das crianças na sociedade, pautado na solidariedade e no respeito pelo próximo. Por isso, as crianças são incentivadas a compartilhar seus brinquedos e ajudar umas as outras durante as brincadeiras. Prova disso é que em uma das atividades do projeto 10 crianças que possuem bicicletas brincam com outras 10 que não possuem bicicleta.

O Projeto Divertimento Solidário Hansel não possui um local fixo para o desenvolvimento das atividades, por isso, as ruas, as praças e os parques da cidade se revezam no acolhimento dessas atividades. Por enquanto, o projeto possui 04 bicicletas, 02 pares de patins, 04 bolas de futebol e uma corda, mas, certamente, com a ajuda da comunidade a tendência é que esses números aumentem exponencialmente, podendo abrigar cada vez mais crianças ao projeto.

Outras atividades importantes desenvolvidas pelo Projeto são a “Aula de Boas Maneiras” e a “Cesta Básica”. As aulas de boas maneiras ocorrem às sextas-feiras em Pizzarias, Pastelarias ou Soverterias da cidade. Já a Cesta Básica é recolhida na última quarta-feira de cada mês e entregue na sexta-feira seguinte ao recolhimento. As Cestas são entregues pelas próprias crianças, em meio a muitas brincadeiras.

Como já foi mencionado anteriormente, o projeto necessita do apoio da comunidade para se desenvolver e integrar mais crianças. Sendo assim, as pessoas que quiserem colaborar podem procurar Zilda, idealizador e coordenador do projeto. As doações podem ser desde os materiais e brinquedos utilizados no projeto (bicicletas, bolas de futebol, patins, corda e kits de segurança), até alimentos para as crianças do projeto (sorvetes, pasteis e pizzas) e para as Cestas Básicas (feijão, arroz, macarrão, óleo, etc).

São iniciativas com essa que o município precisa. Parabéns Zilda, por essa belíssima iniciativa!

Para mais informações sobre o projeto, você pode acessar a página do Projeto Divertimento Solidário Hansel no Facebook. Ou pode entrar em contato pelos números (74) 9948-7826 (Zilda) / (74) 9991-6722 (Flávia).


sexta-feira, 14 de março de 2014

MUNICÍPIO TEM RECURSOS GARANTIDOS PELO MINISTÉRIO DAS CIDADES PARA PAVIMENTAÇÃO E DRENAGEM DE RUAS DO POVOADO DE NOVA CRUZ

Foi publicado no Diário Oficial da União, no dia 20 de janeiro de 2014, o Termo de Compromisso n° 06176-48/2013, entre o Ministério das Cidades e a Prefeitura Municipal de Macajuba. O Objeto do Termo é “a pavimentação com drenagem de diversas ruas do povoado de Nova Cruz no município de Macajuba”, através do programa “Planejamento Urbano”, do Governo Federal.

Segundo essa publicação, o investimento total será de R$ 503.100,00. Sendo que, a Prefeitura arcará com uma contrapartida de R$ 10.000,00, enquanto que o Ministério das Cidades arcará com o restante do valor, R$ 493.100,00. Esse repasse foi garantido por uma Emenda do deputado federal Lucio Vieira Lima ao Orçamento da União.

Ainda não foi publicado no “Portal dos Convênios” o cronograma físico da obra, mas, já está disponível o cronograma de desembolso para execução do projeto, onde consta que os repasses dos recursos ocorrerá nos meses de setembro, outubro e novembro de 2014.

A execução do projeto será importante para os moradores de Nova Cruz, pois o povoado ainda possui algumas ruas sem pavimentação. Nos dados que foram consultados pelo blog, não foi possível encontrar mais detalhes sobre o projeto, por isso, seria importante a Prefeitura disponibilizar algumas informações de interesse da população, como: quais ruas serão contempladas? Quantos metros de pavimentação serão feitos com esse recurso? Quando, exatamente, as obras serão iniciadas?

Caso a Prefeitura deseje disponibilizar essas informações, basta entrar em contato com o blog pelo e-mail leandrosouza_29@yahoo.com.br. Se a Prefeitura disponibilizar essas informações, elas serão inseridas nessa matéria.


segunda-feira, 10 de março de 2014

A BANDA XAMEGO A DOIS ACABA DE GRAVAR O SEU PRIMEIRO CD E VAI LANÇÁ-LO EM UMA SUPERFESTA NA SEMANA SANTA, EM MACAJUBA


A banda Xamego a Dois é a mais nova aposta musical do município, com um som afinado e envolvente, a banda promete fazer sucesso por onde passar. No mês passado, a banda esteve em Feira de Santana para a gravação do seu primeiro CD e 15 músicas foram selecionadas para fazer parte desse primeiro trabalho da Xamego a Dois.

Nesse primeiro trabalho em estúdio a banda mesclou novos sucessos com músicas antigas, que são exaustivamente tocadas em cada canto do Nordeste durante o mês de junho. Dentre os sucessos recentes estão Lepo Lepo, a música do Carnaval 2014, interpretada pela banda Psirico; Na Linha do Tempo, da dupla sertaneja Victor e Léo; e CDs e Livros, sucesso recente na voz da banda Asas Livres.

Entre os clássicos juninos, destaque para as músicas Jardim dos Animais, do cantor Fagner; Cometa Mambembe, dos compositores Carlos Pitta e Edmundo Caroso; e Frevo Mulher, do cantor Zé Ramalho.

A Xamego a Dois é formada predominantemente por macajubenses, mas conta, também, com músicos de outras cidades da região. A composição da banda é a seguinte:

VOCAL: Edinho e Orlei

TECLADO: Célio
BATERIA: Luan
BAIXO: Marcos Paulo
GUITARRA: Manoel
SANFONA: Renan/Nildo
ZABUMBA: Ivanilton
PRODUÇÃO: Luciano Pamponet e Lucas Barreto

No dia 19 de abril, no Sítio Pilão, em Macajuba, a banda fará uma grande apresentação para o lançamento oficial do seu primeiro CD. A festa promete movimentar a cidade, pois a expectativa em torno da banda é muito grande. Em breve a produção da banda e os organizadores do evento estarão divulgando os preços e os locais de venda dos ingressos.

A seguir, fotos dos bastidores da gravação do primeiro CD da banda Xamego a Dois:




Para ouvir os sucessos da Xamego a Dois acesse o Palco mp3.

O blog Macajuba Informa deseja muito sucesso a banda Xamego a Dois!

sábado, 8 de março de 2014

HOMENAGEM DO BLOG MACAJUBA INFORMA AO DIA DA MULHER

A origem das comemorações do Dia Internacional da Mulher possui versões conflituosas. O discurso mais comum é de que a homenagem surgiu em decorrência de um incêndio trágico, em Nova York (Estados Unidos), que vitimou 140 trabalhadoras no ano de 1911. Há quem diga, no entanto, que este incidente aconteceu na verdade no dia 25 de março. Outros acontecimentos históricos também podem ter levado à criação da data, como o protesto "Pão e paz", realizado por cerca de 90 mil operárias russas em 1917.

Outros momentos históricos contribuíram para a história do Dia Internacional da Mulher. Em 8 de março de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorque entraram em greve ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de um horário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias, que recebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábrica onde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreram queimadas.

Em 1903, profissionais liberais norte-americanas criaram a Women´s Trade Union League. Esta associação tinha como principal objetivo ajudar todas as trabalhadoras a exigirem melhores condições de trabalho.

Em 1908, mais de 14 mil mulheres marcharam nas ruas de Nova Iorque: reivindicaram o mesmo que as operárias no ano de 1857, bem como o direito de voto. Caminhavam com o slogan Pão e Rosas, em que o pão simbolizava a estabilidade econômica e as rosas uma melhor qualidade de vida.

Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como Dia Internacional da Mulher. Entretanto, a Organização das Nações Unidas (ONU) só reconheceu e oficializou a data em 1975.

* O texto acima foi retirado da Internet.



DIA DA MULHER EM MACAJUBA

Em Macajuba, a Prefeitura Municipal não organizou nenhum evento especial para comemorar ao Dia Internacional da Mulher, mas a AMMA (Associação Macajubense Mulheres em Ação) preparou um programa especial na rádio Comunitária Capivari FM. Esse é o segundo ano que a AMMA realiza essa bela homenagem.

O programa foi apresentado por Evanuzia Araujo e Dayanne Britto e contou com a participação das ouvintes. Durante o programa houve o sorteio de brindes e diversas mensagens foram lidas, em homenagem as mulheres macajubenses.

Parabéns a AMMA por essa bela iniciativa!

quinta-feira, 6 de março de 2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE MACAJUBA EMITE NOTA INFORMATIVA ACERCA DAS ESTRADAS VICINAIS DO MUNICÍPIO

A seguir, íntegra da Nota Pública divulgada pela Prefeitura esclarecendo a situação das estradas vicinais do município:

Assim ficaram nossas estradas com as fortes chuvas do fim de 2013.




Estamos recuperando e ampliando nossas estradas vicinais após as chuvas, o que já fizemos com mais de 300 km.

Ainda há locais que são impossível a chegada dos ônibus escolares, desta forma o transbordo dos estudantes nessas regiões até as áreas onde o ônibus chega com mais segurança, está sendo feito com camionetes, carros de passeio, motos e até mesmo a pé, para que nossos alunos tenham acesso as aulas. A Prefeitura de Macajuba está trabalhando para levar aos moradores destas regiões uma melhor e mais segura forma de locomoção.

Além das estradas vicinais completamente destruídas pelas fortes chuvas, tivemos Barramentos que os proprietários rurais usaram como limite as estradas, que ao se romperem destruíram completamente todos os acessos. Exemplo disso foi o açude Nova Cruz, das aguadas, São Bento, Estradas Santa Luzia, Bom Produto, Macajuba Nova Cruz, Região do Engenho e Macajuba a Baixa Grande.

A Prefeitura recebeu (27/02) mais uma caçamba que auxiliará na recuperação das estradas. A máquina foi conquistada através do Programa de Aceleração do Crescimento (Pac2).



Quem Ama Cuida! É a Prefeitura de Macajuba trabalhando por você!